Utilidade Pública ao Movimento Nacional de Meninos e Meninas de Rua de Santana do Livramento

por snf — publicado 19/05/2016 08h50, última modificação 19/05/2016 09h08
Vereador Carlos Nilo teve votado e aprovado o Projeto de Lei que declara de Utilidade Pública ao Movimento Nacional de Meninos e Meninas de Rua de Santana do Livramento.

   Hoje na sessão ordinária, foi votado e aprovado o Projeto de Lei nº 92/2016, de autoria do Vereador Carlos Nilo (PP), que declara de Utilidade Pública o Movimento Nacional de Meninos e Meninas de Rua de Santana do Livramento.

  Nilo informou que em 1993 o movimento tinha a utilidade publica, mas o CNPJ era a nível nacional. Ocorre que devido a contratempos, o movimento nacional solicitou que cada cidade onde possuísse o projeto se desmembrasse, formando CNPJs municipais, com representação própria.

   Assim, o movimento em Santana do Livramento, ao cumprir o estabelecido teve que fazer um novo estatuto, com CNPJ próprio, assim constituindo-se em uma pessoa jurídica nova, sem utilidade publica. Diante disso, surgiu-se a necessidade de um projeto de lei que declarasse o movimento utilidade pública novamente. 

   Nilo parabenizou o Sr. Sérgio Levy, coordenador do movimento, pelo trabalho desempenhado e lembrou que Levy foi um dos fundadores da Assandef, há 27 anos. Naquela oportunidade foi idealizado o Projeto Tchê, sendo formado e desenvolvido alguns momentos depois. Após isso, Levy veio para o Movimento Nacional de Meninos e Meninas de Rua, e o vereador salientou, que pela capacidade do Sérgio Levy, não tem dúvidas que o movimento irá crescer e desenvolver-se, ter sede própria e ajudar ainda mais a comunidade.

  O vereador possui a certeza que a aprovação do projeto de lei que declara de utilidade pública o movimento foi a alavanca necessária para que o mesmo pudesse alcançar patamares mais elevados, buscando verbas públicas, através de projetos, visando sua manutenção e atendimento ao usuário ao qual presta serviço. 

  Outro assunto que também foi debatido em plenário foi sobre o calendário de eventos municipais para o exercício de 2016. O vereador salientou que estamos quase no fim de maio e apenas agora o calendário do ano chegou para votação. Nilo salientou que fez emendas sobre datas de março e abril, importantes para a cidade, mas infelizmente as emendas foram apenas pró-forma, pois já estamos quase no mês de junho. As emendas foram mais para constar do que para fazer, além disso, o vereador salientou que as emendas também foram para corrigir um erro do executivo.

   Para saber mais, acesse acesse a rede social do vereador: https://www.facebook.com/carlos.nilo.733?ref=ts&fref=ts