Santa Casa é o tema discutido na sessão desta segunda-feira

por Equipe Imprensa publicado 12/06/2018 11h10, última modificação 12/06/2018 11h10
Parlamentares manifestaram também suas opiniões em relação ao atual governo municipal.

Dando início a mais uma semana de trabalho no plenário João Goulart, teve início a sessão ordinária desta segunda-feira (11), onde foi realizada a leitura do expediente e logo após o grande expediente.

Foram apreciados e aprovados um voto de pesar ao falecimento do médico e empresário Mozart Mattar Hillal e à senhora Maria Teodoro carvalho Carrion, falecidos na ultima quarta-feira, dia 06.

O primeiro a fazer uso da tribuna no grande expediente foi o Vereador Aquiles Pires (PT). Segundo relato do parlamentar, o crédito especial que foi solicitado pela Secretaria de Educação foi feito para lezar o orçamento do município e também para realizar a terceirização da merenda escolar. "Ele veio mascarado em crédito especial, mas na verdade servirá uma parte para terceirizar a merenda escolar", declarou Aquiles.

O parlamentar salientou que o governo municipal não possui um plano de governo, pecando em não em ter prioridades. “O governo - em dois anos - não conseguiu dizer qual o seu plano de trabalho e o que quer para Livramento”, alegou Aquiles.

Carlos Nilo – PROGRESSISTAS salientou a falta de profissionais na gestão do hospital Santa Casa de Misericórdia. "Já aprovamos créditos que auxiliem a Santa Casa e nada foi feito", declarou Nilo. O parlamentar concordou com a fala do colega Aquiles Pires, ressaltando a falta de prioridades para o governo do município. "O que adianta nós estarmos aqui debatendo, se lá fora não estão fazendo nada pelas pessoas? Enquanto isso nosso município se afunda em dívidas", diz Nilo.

Dagberto Lula Reis – PT questionou os gastos e solicitações em demasia por emendas feitos pelo município. Citou o anteprojeto referente ao uso de energia solar nos postos do DAE. “Já sugeri a vários diretores do DAE e agora continuo sugerindo a todos os prédios públicos. Com energia solar iria reduzir pela metade o valor dos gastos”, salientou o parlamentar.

Danúbio Barcelos – PROGRESSISTAS fez o uso da tribuna, parabenizando o aniversário do Clube Grêmio Santanense pelos seus 105 anos. Danúbio lembrou a pouca importância que o país está dando a Copa do Mundo. "O brasileiro está desmotivado com a situação atual do país. O Brasil em si não nos motiva mais nem em relação ao futebol. Quem diria que estaríamos nesse estagio?”.

Leandro Lula Ferreira – PT salientou a vinda de equipamentos rurais ao município. "Sant’Ana do Livramento está sendo contemplada com um trator e uma retroescavadeira. É uma maneira de contribuir com o município. Cobramos quando temos que cobrar, e vamos atrás de soluções para o município", diz Leandro. Segundo o parlamentar, as obrigações do prefeito não estão sendo cumpridas. "É preciso sair desse marasmo. Só dizer que vai fazer em reunião, não basta", alegou Leandro.

Lidio Mendes Melado – PTB foi o ultimo a fazer o uso do grande expediente, manifestou seu descontentamento em relação ao atual governo. "Uma administração que não fez nada para Livramento, fazem as coisas apenas para tirar dinheiro do povo", alegou o vereador.
Finalizado então o grande expediente, foi realizada a aprovação do projeto de lei ordinária 81/2018, que autoriza o executivo municipal a realizar a contratação emergencial, em caráter temporário e por excepcional interesse público, com natureza administrativa, conforme lei municipal nº 7.316, de 22 de março de 2018.

Luis Itacir – PT usou as comunicações pessoais para dar ênfase às eleições deste ano. "Não está nada definido. Não temos candidatos para votar. Nós sabemos que precisa ter eleições para mudar o rumo deste país", declarou.

Nas comunicações de liderança, Maria Helena Alves Duarte – PDT fez o uso da tribuna em reposta às questões levantadas na última semana sobre a prestação de serviço de internet para a Prefeitura Municipal. "O processo de contratação é pregão, quem dá o lance são as empresas, a Prefeitura não escolhe pagar mais caro", relatou.

Mauricio Galo Del Fabro – PSDB, também em comunicação de liderança, citou a péssima condição das estradas rurais em decorrência das faltas de equipamento no município. "Outro grande problema também é que produtores não esperam a estrada secar e carregam um bi-trem", declarou Galo.

Evandro Gutembier – PRB se contrapôs as alegações do colega vereador Galo Del Fabro em relação as estradas rurais. "Vereador, tem setores que não podem esperar, o produto é perecível", disse Evandro.

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.