Fórum em defesa da Educação

por Gilmar A.S.Nunes publicado 22/11/2016 08h15, última modificação 22/11/2016 08h15
Vereadores participam do Fórum em Defesa da Educação, em Dom Pedrito

O presidente da Câmara de Vereadores, Itacir Soares (PT), na companhia de seu colega de bancada Dagberto Reis, participou na última sexta-feira (18), em Dom Pedrito, do Fórum Regional em Defesa da Educação, que atraiu grande número de participantes nas dependências do CTG Herança Paternal. Além da representação parlamentar santanense, participaram alunos e professores da Escola Estadual de Ensino Médio Antônio Conselheiro e da Escola Municipal de Ensino Fundamental Roseli Nunes, localizadas no interior de Livramento.

As atividades do Fórum, coordenadas pelo curso de Educação do Campo e da pró-reitoria de Extensão e Cultura  da Universidade Federal do Pampa (Unipampa), Diretório Acadêmico de Educação do Campo e Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) debateu a conjuntura nacional e seus impactos na educação pública. Foi apresentada aos participantes a campanha “Educação é Direito, não é mercadoria” e instituído o Observatório da Educação do Campo/RS, que busca promover a integração entre a universidade e a rede de ensino rural.

Para Itacir Soares, o ensino público está sob uma ameaça violenta e toda a sociedade sairá perdendo muito com isso. “Diante do anúncio de precarização que se fomenta é necessário uma grande mobilização para que não se percam os direitos adquiridos pela população ao longo dos últimos 15 anos”, afirmou Itacir. Ele salientou que a universidade em seu conjunto, aliada aos movimentos sociais, terá um papel relevante para reverter essas propostas  de retrocesso.

Para Dagberto Reis não é possível que o setor educacional seja alvo constante de ataques dos governos entreguistas da Direita,  que sempre estiveram mais preocupados com o capital especulativo. “Já vivemos uma situação bem parecida, quando nossa Uergs foi desmantelada pelo governo de Yeda Crusius a ponto de manter, no campus de Livramento, entre o quadro docente apenas um professor”, assinalou o vereador.

Itacir Soares e Dagberto Reis alertaram para as propostas articuladas em nível dos governos estadual e federal que ensejarão um retrocesso histórico para a Educação no país.

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.