Situação do Hospital Santa Casa

por Gilmar A.S.Nunes publicado 18/02/2016 11h36, última modificação 18/02/2016 11h36
Vereador Dagberto coloca em debate a situação do Hospital Santa Casa

     Na sessão ordinária do dia 15 de fevereiro, ocorrida no plenário da Câmara de Vereadores, o vereador Dagberto Reis (PT), Líder do Governo e Presidente da Comissão de Saúde do Legislativo, fez um apelo para que o governador, José Ivo Sartori, pague o que o Estado deve ao hospital Santa Casa de Misericórdia.

    Motivado pelo pronunciamento do parlamentar e dos demais vereadores presentes na sessão (do dia 15), sobre o referido tema, o vereador Dagberto, como Presidente da comissão, convocou uma reunião da comissão para tratar sobre a situação da Santa Casa e assim esclarecer os assuntos pendentes sobre o tema. A reunião ocorreu no dia 17, contou com a presença do Diretor Presidente do Conselho Gestor, Virlei Becker, Presidente do SindiSaude, Silvio Madruga, Secretária da Saúde, Natalia Steinbrainner, Secretário de Administração, Fabrício Peres, entre outros vereadores que puderam discutir sobre os repasses de verbas publica para o hospital e também sobre a passagem do município para a saúde plena.

   O vereador Dagberto Reis, afirmou que “a disputa eleitoral que se aproxima e as diferenças ideológicas devem ser deixadas de lado neste momento para que a Santa Casa possa receber o que tem direito pelos serviços prestados, pagando os trabalhadores e seguir atendendo a população santanense”. O parlamentar defende agilidade no processo de passagem do município para a saúde plena, o que vai permitir que o recurso destinado pelo Governo Federal venha direto e não passe pelo Estado, não ocasionando atrasos nos repasses. A direção do hospital através do presidente do Conselho Gestor, Virlei Becker e a Secretária de Saúde do Município, Natália Steinbrenner, estão trabalhando diariamente para que Sant’Ana do Livramento passe para a saúde plena, o que deverá ocorrer no próximo mês de abril. "Precisamos resistir para que a Santa Casa não feche as portas. O prefeito Glauber Lima foi corajoso ao não deixar a população sem hospital, mas será necessário o apoio de todos os agentes políticos, independente de partido, para que o hospital continue atendendo a comunidade”. Destacou o vereador petista. 

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.