Bandeira do MST em posto de saúde

por Feippe — publicado 19/03/2015 09h16, última modificação 19/03/2015 09h16
Vereador Nilo manifesta indignação por bandeira do MST em posto de saúde.

O Vereador Carlos Nilo Pintos verificou “in loco” uma denúncia recebida em seu gabinete sobre a fixação de uma bandeira do Movimento Sem Terra (MST) no local onde funciona a Estrategia da Saúde da Família Rural Irmã Dorothy , na Rua Antonio Fernandes da Cunha, nº 403. Ele se dirigiu até o local e constatou a real existência da bandeira do MST estampada na parede da ESFR. “Um absurdo que nem sei como definir. Tomaram conta. Aquele local serve uma área rural, não aos assentados tão somente. A pessoa que ligou anonimamente, indignada, me relatou que a referida Bandeira foi fixada por um dirigente do MST na inauguração do posto”. Acrescentou, ainda, que os funcionários pediram para retirar e a Secretária de Saúde não permitiu. Ou seja, “vivemos numa terra sem lei”, exclamou o Vereador, que já encaminhou um Pedido de Providencia para que a bandeira seja retirada do local e enviada aos seus “proprietários”. “Caso não seja atendido, vou ao Ministério Público, pois se não fizermos algo perderemos a referência de ordem, e poderemos assistir as paredes dos órgãos públicos de Livramento com bandeira do MST ao invés das bandeiras do Brasil, do Rio Grande do Sul ou do nosso Município”, concluiu Carlos Nilo.

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.